quarta-feira, 30 de junho de 2010

Google abandona gradualmente o Windows por razões de segurança


Os funcionários da Google terão de se adaptar a sistemas operacionais como o Linux e o Mac OS. A migração do Windows para plataformas alternativas é motivada principalmente pelo fator de o Google querer incrementar a segurança.

Segundo o Financial Times, muitos dos 10 mil funcionários do gigante de buscas têm sido solicitados a mudar de sistema operacional, e podem optar entre o Linux e o Mac OS.

Mas nenhuma requisição de migração para o sistema operacional Chrome OS foi expedida. Baseado no Linux e com lançamento previsto para a segunda da metade desse ano, o sistema da Google irá rodar somente em hardware específico.

Pode-se entender a manobra da Google como precaução depois de contas terem sido invadidas na China, ao final do ano passado. Àquela altura do campeonato, a empresa proibiu sua equipe de instalar o sistema operacional da Microsoft nos desktops.

“Não usamos mais o Windows”, declarou um funcionário da empresa ao Financial Times. “É uma medida de segurança. Quem insistir em usar o Windows, agora, precisará de autorização por parte da direção de TI”, adiciona outro empregado.

Outro funcionário do Google emenda: “O Linux tem código fonte aberto e o Windows, não. Nós não gostamos disso.”

A Google se recusou a dar detalhes. A empresa afirma que está sempre “procurando incrementar a eficiência de seu negócio, mas não comentamos questões operacionais específicas.”.


terça-feira, 29 de junho de 2010

Banco do Brasil promete migrar base de ATM para Linux até dezembro

Embora em ritmo lento, a migração dos sistemas operacionais dos ATMs do Banco do Brasil deve ser concluída até o final deste ano. No segundo semestre de 2009, a instituição anunciou que substituiria o OS2, da IBM, pelo Linux em seus mais de 45 mil equipamentos instalados no Brasil e em países na América Latina.

José Luis Prola Salinas, diretor de TI do Banco do Brasil, que esteve no CIAB 2010, explicou que o Linux demanda equipamentos mais robustos, o que significa que a migração só pode ser concluída quando o nível de obsolescência dos ATMs chegar a zero.

“A obsolescência deve chegar a zero até o fim de 2010, prazo previsto para a conclusão da migração dos 45.800 ATMs para Linux”, afirma o executivo. Salinas revelou que,atualmente, 13 mil ATMs rodam o sistema de código aberto – desses, 10 mil são máquinas novas e 3 mil tiveram o sistema operacional substituído de fato.

Sem revelar a cifra empregada especificamente na migração dos sistemas nos ATMs, Salinas informou que o banco planeja investir R$ 1,9 bilhão em TI este ano. Desses, cerca de R$ 600 milhões serão destinados a custeios, enquanto o R$ 1,3 bilhão restante será dedicado a melhorias de sistemas, inovação e novos produtos.




sexta-feira, 18 de junho de 2010

Lançada a edição 12 da Revista BrOffice.org

Capa Revista 12A comunidade BrOffice.org lançou nesta segunda-feira, 14, a edição bimestral da Revista BrOffice.org. A matéria de capa fala sobre a Escola do Futuro, instituição paulista que atua na formação de monitores que trabalham em espaços de inclusão digital. Trata-se de mais um caso em que a adoção da suíte de escritório, que pode ser instalada sem custos de licença por usuários domésticos e grandes empresas, permite que a população tenha acesso à inclusão social por meio da Tecnologia da Informação

A Revista BrOffice.org apresenta aos leitores também várias dicas e tutoriais para que os usuários da suíte de escritório tirem o máximo proveito da ferramenta. Quem deseja personalizar as teclas de atalho do software encontra nesta edição uma dica completa de como fazer as configurações. Recomendável para textos longos, como monografias e trabalhos de conclusão de curso, a automatização de sumários no editor de textos é outro recurso poderoso, mostrado passo a passo. Para usuários que trabalham com imagens, a Revista apresenta tutorial que mostra como transformar uma imagem comum em uma imagem vetorizada..

Dentro do contexto da Copa do Mundo, a edição traz a Seção Escritório Aberto, com modelos de arquivos para o torcedor acompanhar o mundial. Além de uma tabela do esquema dos jogos, listas de compras e planilha para calcular os gastos com o mundial, fazem parte do kit BrOffice.org para a Copa do Mundo.

E para aqueles que ainda enfrentam resistências para se adaptar a novos softwares, uma abordagem sob o ponto de vista da neurociência mostra que as dificuldades podem ser contornadas, através do entendimento sobre os mecanismos de funcionamento do cérebro.

A Revista BrOffice.org é uma publicação institucional da comunidade OpenOffice.org do Brasil. Com periodicidade bimestral, o veículo traz aos leitores dicas e tutoriais sobre a ferramenta, além de novidades sobre a comunidade e o BrOffice.org. A produção é feita de forma colaborativa por usuários da suíte de escritório. A editoração gráfica é feita na ferramenta de desenho do pacote, o Draw.