quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Palm cancela parceria de três anos com a Microsoft – em favor do Linux

Publicado em 20/09/2009 às 20:38

O diretor executivo da Palm, John Rubinstein, confirmou recentemente em uma entrevista a decisão da empresa em se concentrar exclusivamente no desenvolvimento de aparelhos equipados com o webOS, sistema baseado em Linux criado pela Palm. É o fim de uma parceria de três anos com a Microsoft e do uso do Windows Mobile em celulares da Palm.

O comunicado foi feito um dia após a Palm anunciar ter superado a receita prevista para o primeiro trimestre fiscal de 2010, em um claro sinal de recuperação da empresa. Os analistas atribuem o crescimento da receita e dos lucros ao grande sucesso do smartphone Palm Pre, equipado com o sistema webOS, baseado em um kernel Linux. Com ele, as vendas neste semestre fiscal aumentaram 134% (num total de 823 mil unidades) em relação ao trimestre anterior — embora permaneçam 30% inferiores ao mesmo período do ano passado.

Palm Pre
Figura 1: O Palm Pre é o primeiro smartphone da pioneira Palm equipado com o webOS, novo sistema operacional de código aberto da empresa — baseado em Linux. Esse sistema é a aposta da Palm para retomar a posição de liderança ocupada pela empresa no passado.

“Estamos progredindo significativamente na transformação da Palm, e nossa cultura de inovação é mais forte do que nunca. Estamos lançando outros ótimos produtos Palm webOS com mais operadoras e voltando nossa atenção ao crescimento”, afirmou ainda o diretor e CEO da Palm.

Iniciada com o smartphone Treo 750v, a parceria com a Microsoft durou três anos. Agora, a Palm volta a produzir seu próprio sistema operacional.

Sem comentários:

Enviar um comentário